Cronologia
 

 

CRONOLOGIA DE DOM GERARDO ANDRADE PONTE

Nasceu no dia 01 de dezembro de 1924;

Ingressou no Seminário da Prainha no ano 1937;

Concluiu o fundamental e o básico em 1939;

Cursou o ensino médio com os padres lazaristas até 1941;

Fez filosofia entre os anos de 1942 a 1944;

Professor do Seminário da Prainha em 1945;

Fez teologia entre os anos de 1945 a 1948;

 

Ordenação Presbiteral em 08 de dezembro de 1948;

Vigário cooperador da Paróquia de N. Sra. do Patrocínio em 1949;

Vigário da Paróquia de Aquiraz em 1950;

Vigário da Paróquia de Nazaré em 1952-1954;

Vigário da Paróquia de Nossa Senhora do Patrocínio em 1954;

Vigário da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em 1955-1975;

Reitor do Seminário Provincial da Prainha em 1964-1966;

Fundador e Diretor do Ginásio Santo Tomaz de Aquino em 1970-1975;

 

Sagração Episcopal em 17 de agosto de 1975;

Bispo Diocesano de Petrolina-PE em 1975 à 1983;

Bispo Diocesano de Patos-PB em 1983-2001;

Criou a Paróquia de São Sebastião (Condado-PB) em 02 de fevereiro de 1995;

Jubileu Áureo Sacerdotal em 08 de dezembro de 1998;

Bispo Emérito de Patos-2001-2006;

Criou a Paróquia de Santo Onofre (Junco do Seridó-PB) em 09 de fevereiro de 2001;

Construiu a Igreja de Santo Expedito em outubro de 2004;

Comemoração dos 80 anos de vida em 01 de dezembro de 2004;

Lançamento do livro “Lições e vestígios de uma jornada de esperança” no final de 2005;

Falecimento no dia 24 de maio de 2006;

Velório e sepultamento na Catedral Diocesana de Patos no dia 26 de maio de 2006.

 

BRASÃO EPISCOPAL

 

Escudo azul com uma cruz de ouro encantonada por pontes de três arcos, firmadas nos bordos verticais de prata;

Chapéu prelatício de três fileiras de borlas, de verde e cruz processional;

Lema: “Tudo pelo Evangelho”.

No lema, o Apóstolo São Paulo, dotado como excelente instrumento nas mãos divinas, fatiga-se pelo evangelho. Gerou em Corinto uma numerosa comunidade de cristãos, chamando-os, com orgulho, os meus filhos prediletos. Paternalmente e com humildade os guiou em caminhos seguros, fruto das visões e revelações que ele recebeu do próprio Cristo na ida a Damasco. Assim o armígero gera, nas almas do seu rebanho a ele confiado, vivendo os seus conselhos evangélicos, as graças divinas, conduzindo-o a bem-aventurança eterna.

 
Top
Paróquia de Nossa Senhora da Guia
Rua Peregrino Filho, 51 | Centro - Patos - PB